saúde empresarial

Saúde nas empresas: você promove bem-estar aos seus colaboradores?

Você promove bem-estar aos seus colaboradores? Pensar na saúde das equipes não deve ser visto como um custo extra, mas como parte importante de uma gestão eficiente que pensa em otimizar e reduzir custos em saúde. Se os colaboradores são considerados como um ativo da instituição (conhecimentos, estratégias e experiências), eles devem estar na estratégia da empresa.

Dessa forma, a empresa evitará faltas ao serviço e afastamentos por motivos de saúde que poderiam ser evitados. Além disso, educá-los a cuidar da própria saúde, a partir da adoção de medidas preventivas, fará com que eles tenham mais saúde para o trabalho e menos gastos com o plano de saúde.

Neste post, você entenderá qual é a importância da saúde nas empresas e como uma gestão eficiente pode ajudar na implementação dessas medidas.

Boa leitura!

A importância da saúde nas empresas

Problemas como a lombalgia atingem 65% da população, sendo a principal causa de afastamento do trabalho. Tais situações poderiam ser evitadas ou diminuídas se hábitos saudáveis fossem tomados tanto na empresa quanto em casa.

Transtornos mentais como a ansiedade e depressão também afetam profissionais das mais variadas profissões, levando à afastamentos que podem ser prolongados e afetar os resultados das empresas.

Com tudo isso, uma empresa precisa de estratégias para conseguir fornecer mais saúde e bem-estar para seus colaboradores, diminuindo diversos custos indesejáveis.

Com a presença de uma gestão eficiente, a instituição aprenderá a conhecer o perfil dos seus colaboradores para prevenir doenças e reduzir os custos com a saúde.

Veja agora como promover a saúde na empresa pode trazer benefícios para o seu negócio.

Como uma gestão eficiente pode ajudar

A empresa terá várias vantagens se adotar uma gestão eficiente quanto a saúde empresarial dos colaboradores. Veja agora as principais:

Aumento da produtividade

Quando a empresa investe em ações de promoção e prevenção de saúde para colaboradores, e esses aderem à essas ações, conseguem se concentrar melhor nos compromissos e assegurar uma boa produtividade e rentabilidade para o negócio.

Guia da gestão integrada da saúde: controle e redução de custos para empresasPowered by Rock Convert

Redução do absenteísmo

Outra vantagem de implementar uma boa gestão de saúde empresarial é controlar e reduzir o absenteísmo. Ao evitar que os colaboradores tenham algum tipo de problema de saúde, eles terão menos ausências ao trabalho.

Prevenção de acidentes do trabalho

Os acidentes do trabalho podem afastar os colaboradores das atividades laborais e provocar diversos custos e novos cenários:

  1. FAP – fator acidentário previdenciário: Anualmente, o INSS apura os afastamentos de cada empresa e repassa parte das despesas previdenciárias durante esses afastamentos. As empresas ficam obrigadas a aplicar um percentual adicional sobre o TOTAL da sua folha de pagamento;
  2. Readequação dos ambientes de trabalho: dependendo da sequela do acidente, o ambiente de trabalho precisa ser adaptado para reabilitar o colaborador com alta médica;
  3. Estabilidade de 12 meses após alta médica do INSS, conforme legislação vigente;
  4. Substituição do colaborador afastado.

Por isso, cuidar do ambiente organizacional é zelar pela vida e saúde dos colaboradores enquanto realizam as funções designadas. Muitas vezes, isso vai além do cumprimento das normas reguladoras. É pensar o que pode ser feito para que os acidentes sejam evitados.

Cuidar da saúde mental

É imprescindível que as empresas também cuidem da saúde mental da equipe. Como os colaboradores se sentem em trabalhar na instituição? Como é a gestão e o clima organizacional? Quem está com estresse, ansiedade, depressão e outros transtornos? Quem já está em tratamento e quem ainda não tem diagnóstico?

Responder a essas perguntas facilita a adoção de medidas para que a saúde mental da equipe seja acompanhada. Da mesma forma que os acidentes e doenças físicas, problemas relacionados à depressão e à ansiedade também podem afastar os colaboradores e afetar os resultados da empresa.

Pensar na prevenção de doenças

Pouco adiantará pensar em medidas para melhorar a saúde do colaborador dentro da empresa, se ele está exposto a uma série de problemas fora da instituição. Os hábitos de vida, por exemplo, contam muito para aumentar os custos com a saúde.

Uma vida sedentária, uso de drogas lícitas e alimentação incorreta, em algum momento afetará seu negócio. Por isso, implementar ações de prevenção e promoção da saúde deve estar na lista de prioridades de toda empresa.

Vale lembrar que as medidas devem ser adotadas de maneira personalizada, dependendo do ambiente empresarial e dos perfis de colaboradores.

Como você viu, planejar e ter uma Gestão de Saúde empresarial eficiente é proporcionar os meios para que os colaboradores tenham mais saúde e bem-estar e fazer com que a empresa consiga controlar os custos com a saúde.

Procure uma consultoria estratégica para ajudá-lo a implementar ações assertivas, com indicadores claros e que assegure ROI (retorno sobre o investimento), acordado em contrato.

Já que você gostou do texto, compartilhe-o agora mesmo nas suas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos de saúde, gratuitamente?

Basta inserir seu e-mail aqui.

E-mail registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.