Entenda por que a sua empresa deveria investir em medicina preventiva

8 minutos para ler

Cada vez mais, as empresas têm percebido o cuidado que devem ter com a saúde de seus funcionários para melhorar os resultados. Afinal, o adoecimento pode causar vários transtornos, como o absenteísmo, o pagamento de licenças médicas remuneradas e o aumento dos custos com o plano de saúde. Isso compromete tanto as finanças quanto a produtividade de todo o negócio. Para evitar essas repercussões negativas, a medicina preventiva tem ganhado cada vez mais espaço.

Portanto, sua empresa deve sim pensar em estratégias para prevenir ou diagnosticar precocemente as doenças. Desse modo, seus funcionários poderão se tratar antes que haja uma piora em sua saúde. Isso evitará afastamentos e altos custos. Quer entender melhor este cenário? Então, acompanhe nosso post!

Por que é importante investir na saúde e no bem-estar dos funcionários? Quais os impactos da negligência em saúde?

O Brasil ainda carece de pesquisas específicas sobre os impactos das doenças na produtividade. Por isso, os dados a seguir foram extraídos de pesquisas americanas. Grande parte de seus resultados podem ser aplicados no Brasil, visto que nossa população tem hábitos de vida cada vez mais semelhantes aos dos EUA.

Nos dias atuais, 71% dos adultos americanos sofrem com o excesso de peso ou com a obesidade. Estima-se que isso tem trazido um custo de saúde anual adicional de US$ 1.152,00 se compararmos essa população com os adultos de IMC normal no caso dos homens, e US$ 3.613,00 a mais no caso das mulheres.

No caso do Brasil, com o sistema de saúde pública, esse fato tem trazido um custo maior para o governo, o que consequentemente prejudica projetos de redução de tributos para as empresas. Da mesma forma, muitos negócios ainda investem em planos de saúde corporativos. Com mais pessoas adoecendo devido à obesidade, os planos se tornam cada vez mais onerosos.

Outro ponto de preocupação é o consumo excessivo de álcool. Nos EUA, 25% dos adultos tiveram pelo menos um dia de consumo pesado (cinco ou mais drinques para homens e quatro ou mais drinques para mulheres) no último ano. Acredita-se que o crescimento do etilismo esteja ligado a um cuidado inadequado com a saúde, assim como o aumento da prevalência de doenças psiquiátricas.

O efeito disso sobre os negócios americanos é gigantesco! Acredita-se que o consumo excessivo leve a um prejuízo de US$ 179 bilhões anuais em perda de produtividade no local de trabalho.

Outro problema muito importante é o tabagismo. Entre os adultos maiores de 18 anos, cerca de 17% fumam. Algumas estimativas mostram que as pausas para o cigarro são um dos principais entraves à produtividade, as interrupções custam cerca de US$ 13,00 por dia de trabalho, representando um adicional de US$ 3.077,00 por ano, por trabalhador.

Por fim, não podemos deixar de falar da saúde mental. A falta de tempo para cuidados pessoais/emocionais pode gerar sintomas depressivos ou ansiosos. Por isso, 7% dos indivíduos de 18 a 39 anos, e 10% dos indivíduos de 40 a 59 anos apresentam depressão moderada ou grave.

O impacto financeiro disso é significativo: nos EUA, se somados todos os afastamentos devido à depressão, teríamos o preocupante número de 68 milhões de dias perdidos a cada ano. Isso resulta em um custo de US$ 23 bilhões em perda de produtividade.

O que é medicina preventiva?

A medicina preventiva é uma especialidade voltada para a elaboração de ações com o objetivo de evitar o surgimento ou o agravamento das doenças. A prevenção pode ser dividida em:

  • primária: busca evitar que a doença se instale no organismo. Exemplo: vacinas;
  • secundária: objetiva o diagnóstico precoce das doenças antes que elas agravem as condições do indivíduo. Exemplo: mamografia, Papanicolau;
  • terciária: procura reduzir os impactos negativos gerados pelo processo de adoecimento antes que a doença se torne mais grave. Exemplo: medicação para hipertensão;
  • quaternária: busca reduzir os efeitos colaterais das intervenções médicas. Exemplo: fisioterapia após cirurgias.

Como implementar um programa de medicina preventiva na sua empresa?

Analisar o perfil epidemiológico dos funcionários

O primeiro passo para um programa de saúde eficaz é realizar um mapeamento do perfil epidemiológico dos seus funcionários. Alguns dados serão essenciais para pensar em campanhas de promoção à saúde, como:

  • Hábitos de vida: tabagismo, sedentarismo e alcoolismo são os principais fatores de risco para várias doenças graves e incapacitantes, como o infarto agudo do miocárdio, por exemplo.
  • Doenças crônicas: o diabetes e a hipertensão são doenças silenciosas e, por isso, o individuo precisa realizar exames de rotina, periodicamente. Muitas pessoas ficam anos sem ir ao médico. Desse modo, essas doenças vão causando problemas mais graves, como lesão renal, queda na imunidade etc.

Assim, ao traçar o perfil epidemiológico, os gestores poderão pensar em ações de saúde personalizadas para cada pessoa ou grupo, tendo em vista as patologias que são mais comuns, de acordo com a faixa etária e condição de saúde prévia.

Criar ações para a realização de exames clínicos e de programas de vacinação

Algumas doenças só podem ser detectadas precocemente por meio de exames complementares, como a glicemia de jejum, creatinina, mamografia e Papanicolau. No entanto, eles precisam ser indicados por um médico.

Por isso, sua empresa deve realizar campanhas de promoção à saúde, analisando quem está com exames de rotina em atraso, de acordo com a faixa etária e gênero, estimulando e facilitando a realização.

Também, outra medida importantíssima é a vacinação dos funcionários. Isso permitirá que eles evitem as doenças transmissíveis, como gripe, pneumonia, sarampo etc. Essas são algumas medidas preventivas básicas que evitam absenteísmo e a queda da produtividade de funcionários, pois eles podem se contaminar em grupo, devido à facilidade de transmissão 

Incentivar a prática de exercícios físicos e a reeducação alimentar

A promoção de hábitos saudáveis é muito importante para evitar o adoecimento dos funcionários. Nesse sentido, a prática de exercícios físicos, como caminhadas, corridas e musculação, reduz significativamente o risco cardiovascular, melhora o humor de indivíduos com depressão leve, e diminui o afastamento por doenças crônicas.

Além disso, sua empresa deve incentivar a alimentação saudável com a redução do consumo de açúcares e gorduras, a fim de diminuir o risco de diabetes mellitus tipo II e a aterosclerose.

Como a tecnologia pode te ajudar?

O preventivo nas empresas deve começar desde o momento da inserção do funcionário no quadro da empresa (integração RH e medicina ocupacional). A partir de então, ele deve receber um direcionamento imediato para a melhoria de hábitos e de condições de saúde com foco na mudança de comportamento e nas orientações de especialistas em saúde.

Depois disso, será possível traçar o seu perfil epidemiológico para ações de medicina populacional. Nesse sentido, o Business Intelligence (BI) se torna um parceiro essencial, como uma plataforma integrada tanto com a medicina ocupacional quanto a ambulatorial, com a finalidade de elaborar direcionamentos e ações de saúde. Para isso, você deve sempre contar com o apoio de consultorias especializadas em saúde.

Uma boa plataforma de BI permitirá que você faça uma segmentação mais apurada de cada ação de saúde, permitindo que ela seja específica para cada grupo de risco. Também, ela será muito útil para o acompanhamento dos resultados para verificar se determinada campanha obteve os resultados positivos esperados.

Portanto, a medicina preventiva será uma aliada indispensável para melhorar os indicadores de saúde da sua empresa e, como resultado, as suas consequências negativas, como o absenteísmo e o afastamento profissional. Desse modo, seu ambiente de trabalho se tornará um lugar positivo, onde seus funcionários encontram um espaço para se desenvolver melhor — o que aumenta o seu bem-estar.

Quer entender melhor como a tecnologia pode incrementar as ações de saúde da sua empresa? Então, conheça o conceito de saúde 4.0!

reduzir custosPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-